Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Eventos Artigos

Veja Também

Classificados

Parceiros

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

 

Notícia publicada em 27/01/2012 - 18:46:00 | SÃO MIGUEL

SÃO MIGUEL - Ex-presidiário é morto a pauladas; PM e PC prendem homicidas

 

Durante a madrugada de hoje (27), a Central de Operações da Polícia Militar, em São Miguel do Guaporé, recebeu uma ligação dando conta que na Av. Jorge Teixeira, havia um homem morto enrolado em um papelão. De imediato a guarnição se deslocou para o  local e constatou a veracidade da solicitação, identificando a vítima como Marcelo Rodrigues da Costa, vulgo "Índio".

A Perícia Técnica, juntamente com Policiais Militares do Serviço Reservado de São Miguel e Policiais Civis do Sevic da DP local, também compareceram no local e começaram a investigar o crime.

Ao seguir o rastro de sangue, que caiu da vítima por cerca de 06 quarteirões, os policiais chegaram até a uma residência, onde foi constatado como sendo o local onde ocorreu o crime. Nenhum morador foi encontrado casa.

O proprietário da residência foi identificado como sendo, Erinal Alves Rafaim, mais conhecido como "Coco", e acabou preso em um sítio. Segundo a Polícia, ele já estava com as malas feitas e pronto para fugir.

CONFISSÃO

Na delegacia, Erinal Alves informou que apenas ajudou o seu amigo, Luiz Carlos de lima filho, matar a vítima. Erinal também delatou o restante dos comparsas e contou detalhes do bárbaro crime.

Luiz Carlos foi preso no Centro da cidade e ao ser indagado sobre a morte do "Índio", passou a agir como se nada tivesse acontecido, mas na Delegacia, acabou mudando a sua versão e confessou o crime.

Segundo o seu depoimento, a vítima constantemente o ameaçava de morte e com medo de morrer, arquitetou a morte do seu desafeto. Para concretizar o seu plano diabólico, contou com a ajuda do Erinal Alves e do seu irmão, Osmar Jose Luiz, que foi preso posteriormente escondido em um sítio, próximo a cidade de Seringueiras.

Os criminosos relataram que atraíram a vítima até a casa de Erinaldo e lá, consumaram o homicídio utilizando um bastão de madeira e uma faca. Em seguida, Osmar josé, enrolou a vítima em uma papelão e ocultou o corpo. Depois, todos fugiram da residência e tomaram rumo ignorado.

O Tenente PM Costa, que coordenou a operação, ressaltou a importância do trabalho em conjunto para o sucesso da operação bem como o empenho das guarnições de serviço de radio patrulha.

Fonte: AIPM - São Miguel
Matéria: comando190.com.br/Fernando Luiz
        

 

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Anuncie