Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Eventos Artigos

Veja Também

Classificados

Parceiros

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

 

Notícia publicada em 12/10/2012 - 23:38:16 | JI-PARANÁ - POLICIAL

PM prende mais dois suspeitos logo após roubo, em Ji-Paraná

 

Ainda na noite desta sexta-feira (12), por volta das 21h00, na Rua São Luís, entre T-17 e T-18, no bairro Nova Brasília, uma mulher que andava em uma motocicleta Honda Biz, foi abordada por um elemento na frente de sua residência e Sob grave ameaça, o criminoso tomou-lhe o aparelho de celular . Antes de fugir, ele ainda a enforcou.

 

Em patrulhamento de rotina, na Rua T-12 com a K-0, a guarnição de Rádio Patrulha composta pelo SD PM Martins e SD PM Geraldo, se deparou com dois elementos em atitude suspeita. Ao abordá-los, os PM's encontraram o celular que foi levado da vítima. Eles se identificaram como sendo Adalto Barbosa da Silva, 25 anos, vulgo "Topeira" e Adilson Nascimento Moza, 31 anos de idade.

 

Adilson Moza disse aos policiais que momento antes da abordagem tinha emprestado sua motocicleta Yamaha, de cor vermelha, placa NDS 3960, para uma pessoa conhecida apenas como "Marcílio", e afirmou que não ficou sabendo sobre o roubo. Já o Adalto Barbosa ou "Topeira", como é conhecido no mundo do crime, confessou a participação no Roubo e também acusou o tal "Marcílio" como sendo o autor do crime.


Além do aparelho roubado, os PM's também encontraram  em  poder dos suspeitos, uma faca de mesa e dois capacetes.

 
Diante da situação, ambos foram conduzidos, juntamente com a motocicleta, à DP de plantão para esclarecimentos.  Adalto Barbosa ou "Topeira" possui várias passagens pelo Justiça por "Roubo" e "Furto".

 

A foto do acusado está sendo divulgada por interesse público, para que assim outras possíveis vítimas possam reconhecê-lo e informar através do número 190 (Polícia Militar) ou 3422-1165 (1ª DP), o crime cometido pelo mesmo.

 

 

Matéria:comando190.com.br/FLS

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Anuncie