Notícia publicada em 07/03/2019 - 22:37:35 | JI-PARANÁ - POLICIAL

 

Com ajuda da população, PM apreende adolescente que realizou roubo em mercado – VÍDEO

 

Na manhã desta quinta-feira, dia 07, a Polícia Militar, através das Guarnições de Rádio Patrulha e PTRAN, com o apoio da população, conseguiu tirar de circulação mais duas armas que vinham sendo utilizadas em roubos, principalmente em comércios e residências de Ji-Paraná.

 

Logo nas primeiras horas desta manhã, dois indivíduos armados, entraram em um mercado, localizado no Residencial Carneiro, 2º Distrito de Ji-Paraná, e sob graves ameaças fizeram os proprietários de reféns.

 

Bastante nervosos, os criminosos exigiram que um funcionário do caixa retirasse todo o dinheiro da gaveta e colocasse dentro de uma sacola. Depois de quase 10 minutos de terror, os assaltantes deixaram o local em uma bicicleta.

 

Um morador próximo percebeu o roubo e seguiu os criminosos até uma residência, localizada já no final da Rua T-20, no bairro Val Paraíso. Neste momento, ele ligou para o 190 e informou a situação.

 

Imediatamente, a Guarnição da Ptran, composta pelo SGT PM Jamis e CB PM Ronildo, juntamente com as Guarnições de RP cercaram o suposto esconderijo e fizeram uma busca pelo local, porém não conseguiram localizar os suspeitos.

 

Ao saber do ocorrido, o proprietário da casa assistiu as imagens do circuito interno de segurança e acabou reconhecendo seu filho como sendo um dos autores. Sem hesitar, o patriarca da família foi até a casa de um vizinho e buscou seu filho, entregando-o para a Polícia.

 

O adolescente de 16 anos confessou o roubo e levou os PM’s até uma outra residência onde foram encontrados todos os produtos roubados e duas armas de fogo, sendo uma de calibre 22, municiada, e uma espingarda de cano serrado, tipo “escopeta”, de calibre 32, com dois cartuchos intactos.

 

 

 

ASSISTA A AÇÃO DA POLÍCIA:

 

 

Matéria:www.comando190.com.br

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades