Notícia publicada em 10/06/2019 - 23:03:11 | JI-PARANÁ - POLICIAL

 

PM acaba com mais um comércio de drogas e apreende pistola de uso restrito, em Ji-Paraná

 

Na tarde desta segunda-feira, dia 10, a Polícia Militar, através das Guarnições de Rádio Patrulha e CANIL do 2º BPM, conseguiu acabar com mais um ponto de venda de entorpecente que funcionavam 24 horas por dia e também atendia seus “clientes” na modalidade de “disque drogas”. Além de muita droga, os PM´s também encontraram uma pistola calibre .45, de uso restrito.

 

De acordo com a Guarnição de Rádio Patrulha composta pelo CB PM Teodoro e CB PM Possamai, a Central de Operações (190) recebeu varias ligações informando que havia vários usuários de drogas e ex-presidiários entrando e saindo continuamente de uma residência, localizada na Rua Paulo Neiva Macalão, no bairro JK.

 

Imediatamente, as Guarnições intensificaram o patrulhamento na região e abordaram um suspeito saindo da casa. Com ele, os PM´s encontraram uma porção de Crack. Ao chegar na residência, os policiais avistaram um outro indivíduo consumindo droga tranquilamente na varanda da frente.

 

Durante uma busca minuciosa pelo interior da casa e com o apoio do CANIL do 2º BPM, os militares encontraram vários porções de Maconha e Crack, produtos de procedência ilícita, dois rádios comunicadores e uma pistola calibre .45, de uso restrito. O suspeito, identificado como Fabiano Pereira, relatou que estava apenas cuidando da casa para uma pessoa conhecida como “Luiz Henrique” e que ele havia acabado de sair.

 

Neste momento, uma outra Guarnição abordou o suposto proprietário da residência, identificadao como Luiz Henrique Manoel Ramos Marçal. Ele estava trafegando com seu veículo Astra pela Avenida Edson Lima Nascimento. Ao perceber que seria abordado, Luiz Henrique quebrou seus dois aparelhos de celular no intuito de eliminar qualquer prova contra si.

 

Diante da situação, Luiz Henrique recebeu voz de prisão e foi conduzido para a UNISP.

 

Matéria:www.comando190.com.br

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades