Notícia publicada em 17/09/2019 - 19:21:27 | JI-PARANÁ - POLICIAL

 

PM prende dupla de assaltantes que torturou vítima para roubar motocicleta, em Ji-Paraná

 

O roubo a uma propriedade rural aconteceu durante a madrugada desta terça-feira, dia 17, na Linha 16, Gleba G, no Distrito de Nova Londrina. De acordo com a PM, dois indivíduos abordaram a proprietária do sítio que estava abrindo a porteira e a amarram. Em seguida, começaram a torturá-la em busca de dinheiro e joias.

 

Depois de cometer um verdadeiro ato de terrorismo, os bandidos saíram do local, deixando a vítima amarrada na casa. A mulher conseguiu se desamarrar e acionou a polícia.

 

Logo que a PM foi avisada, os bandidos audaciosos passaram em frente ao quartel de Nova Londrina com a moto roubada.

 

Os PM’s iniciaram um acompanhamento e após alguns minutos, localizaram a moto roubada parada em frente de um sítio, já chegando no travessão da RO 135 com a BR 429. Os militares realizaram um cerco policial nas proximidades e um dos suspeitos foi preso pedindo gasolina em uma casa próxima onde estava o veículo. Ele foi identificado como sendo Marcos Jones Barreto dos Santos, e assumiu a autoria no roubo, delatando seu comparsa como sendo a pessoa de Edmar da Silva Abreu.

 

Marcos Jones também confessou que seu comparsa havia retornado para Ji-Paraná em uma motocicleta Honda Titan, de cor preta. Os PM’s foram até a casa do suspeito e o encontrou se preparando para dormir.

 

Na primeira conversa, Edmar negou a participação no roubo, mas acabou sendo desmentido pelo próprio comparsa.

 

Diante da situação, a dupla recebeu voz de prisão e foi conduzida à Unisp.

 

Matéria:www.comando190.com.br

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades