Notícia publicada em 20/03/2019 - 08:28:42 | GERAL

 

Poder Legislativo Municipal Câmara Municipal de Ji-Paraná Informe Legislativo 4ª Sessão Ordinária de 2019

 

Poder Legislativo Municipal

Câmara Municipal de Ji-Paraná

Informe Legislativo

4ª Sessão Ordinária de 2019

 

 

 


Notas da Sessão Ordinária

A 4ª sessão ordinária de 2019 da CMJP foi presidida pelo vice-presidente da CMJP, vereador Joaquim Teixeira (MDB) e secretariada pelo vereador Edivaldo Gomes (PSB).

Edivaldo Gomes (PSB)

 

 

Coleta de lixo

O vereador Edivaldo Gomes usou a tribuna para cobrar da Prefeitura de Ji-Paraná a normalização na coleta de lixo. Segundo ele, o serviço é precário e a escala de recolhimento não está sendo cumprida em vários bairros. O parlamentar afirmou que não há como dar mais crédito à Coolpeza para que a empresa volte a prestar um serviço de qualidade à população.

 

 

Pagamentos à Coolpeza


Edivaldo Gomes alegou que a Secretaria Municipal da Fazenda tem efetuado mensalmente os pagamentos pelos serviços e que, mesmo assim, os funcionários da empresa estão com os salários atrasados. No entender do vereador, a situação de crise da Coolpeza não se justifica e que o fato tem causado reflexos negativos na coleta do lixo doméstico.

 

 

Izaias Arnica (PSB)

Rodovias estaduais


A impossibilidade de fazer uso da massa asfáltica que está sendo empregada na correção de trechos do anel viário de Ji-Paraná na recuperação da RO-133, rodovia estadual que dá acesso ao Aeroporto José Coleto e ao Distrito de Nova Colina e da RO-135, que liga o centro da cidade ao Distrito de Nova Londrina, foi criticada pelo vereador Izaias Arnica.

 

 

Operação tapa-buracos

O parlamentar alegou que os bu

racos nas pistas das duas rodovias estaduais têm causados acidentes e deixado muitos feridos. Ele pediu que o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem, o DER, reconsidere a decisão e inicie o mais rápido possível os serviços de tapa-buracos para que consequências mais sérias não ocorram com motoristas que utilizam as ROs.

 

 

Marcelo Lemos (PSD)


Caerd


As questões que envolvem a prorrogação da concessão para o fornecimento de água à Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd) serão deixadas temporariamente de lado pelo prazo que a Prefeitura de Ji-Paraná concedeu à Caerd para que mantenha o serviço. O vereador Marcelo Lemos (PSD) espera que neste período a companhia cumpra com as suas responsabilidades.  

 

 

Caerd II


No entanto, Marcelo Lemos afirmou que vai integrar uma comissão de vereadores e secretários municipal que vai a Porto Velho, e se juntará a representantes da Caerd, que vai Porto Velho para discutir com a direção do DER a possibilidade de o órgão estadual recuperar os estragos causados na avenida São Luís, no bairro Nova Brasília, para instalação de uma adutora. Ele ressaltou que Câmara de Ji-Paraná está empenhada em ajudar a população a resolver o problema.     

 

 

Edilson Vieira (MDB)


Responsabilidade


O vereador Edilson Vieira também abordou o tema Caerd em seu pronunciamento. Segundo ele, o prefeito Marcito Pinto (PDT) assumiu a responsabilidade ao renovar o contrato com a Caerd sem comunicar à Câmara de Ji-Paraná. Ele espera que a companhia possa realizar um serviço a contento da população e ressaltou que o presidente da companhia, José Irineu Cardoso Pereira, pediu à CMJP um voto de confiança.

 

 

Municipalização


Por outro lado, o emedebista sugeriu que o município assuma a distribuição de água, caso a Caerd não cumpra com os prazos e metas estabelecidos. Edilson Vieira lembrou que com a municipalização a arrecadação de cerca de R$ 1,5 milhão poderá ser investida no município para melhorar a qualidade dos serviços.

 

 

Lorenil Gomes (PTB)


Resultado da audiência


Ao se pronunciar da tribuna da CMJP, o vereador Lorenil Gomes se disse envergonhado com os resultados da audiência pública convocada para discutir a prorrogação do prazo de concessão à Caerd. Segundo o vereador, mesmo com todos os lugares tomados no auditório, poucas pessoas estavam ali interessadas em resolver o problema, por serem funcionários ou parentes de servidores da própria companhia.

 

 

Vaias a vereadores


Lorenil Gomes garantiu que eles (público) compareceram à audiência para vaiar os vereadores que tentavam garantir aos moradores um fornecimento contínuo de água, estabelecendo obrigações a serem cumpridas pela Caerd. Na avaliação do vereador, a companhia precisa resolver problemas que se arrastam por anos para se credenciar à renovação do contrato, como a recuperação da avenida São Luís.

 

 

Cláudia de Jesus (PT)


Monitoramento de serviços

A vereadora Cláudia de Jesus encaminhou pedido à Prefeitura de Ji-Paraná e à Agerji, agência reguladora, para que monitore os serviços prestados pela Coolpeza, a fim de que os dias em que não forem realizadas a coleta do lixo doméstico sejam descontados dos valores pagos à empresa.

 

Serviço não prestado

Cláudia de Jesus sustentou que pagar por um serviço não prestado é crime. A vereadora petista lembrou que por causa de irregularidades no recolhimento, foi solicitada à prefeitura a abertura de processo licitatório para contratação de nova empresa para realizar o serviço, mas que ainda não houve resposta ao pedido.

 

 

Du Galdino (PSDB)


Escola Maria Antônia


O vereador Du Galdino requereu à Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, a Semosp, a recuperação de parte da calçada em frente à Escola Municipal de Educação Infantil Maria Antônia, no bairro Jardim Presidencial, no 1º distrito. Ele afirmou que a chuva fez desmoronar parte da calçada, que passou a representar risco de acidente para as crianças que estudam no estabelecimento de ensino.  

 

Instalação de manilhas


Du Galdino sugeriu que a Semosp instale manilhas no local para que as águas das chuvas não voltem a causar os mesmos transtornos à direção da escola e moradores de casas próximas. Segundo ele, a pasta deve se antecipar, antes que acidentes aconteçam com alunos.

 

 

Ida Fernandes (PV)


Moção de Aplauso


Por mais uma vez ter acompanhado o atendimento de médicos e enfermeiros do setor de pronto-socorro do Hospital Municipal Claudionor Roriz a pacientes, a vereadora requereu a entrega de moção de aplauso aos profissionais que lidam com o salvamento de vidas. Na segunda-feira, ela teve que deixar uma audiência pública para acompanhar uma pessoa próxima à unidade hospitalar.

 

 

Dedicação aos pacientes


Ida Fernandes elogiou a atuação dos profissionais em salvar as vidas de pacientes e encaminhou pedido para a Secretaria Municipal de Saúde para que melhore as condições de trabalho no local.  A vereadora voltou a lembrar da necessidade de instalação de um hospital regional no município para desafogar as dependências do Claudionor Roriz por causa de pacientes de outras cidades.

 

 Projeto aprovado em primeira votação


- Projeto de Lei n. 3801/2019 (2844 de origem), que “Autoriza o Poder Executivo Municipal a celebrar convênio com o GAAJIPA – Grupo de Assistencial de Amigos de Ji-Paraná, mantenedora da Creche Cantinho do Céu, e dá outras providências”.  

 

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades