Notícia publicada em 07/01/2020 - 22:53:01 | JI-PARANÁ - POLICIAL

 

Polícia Militar alerta sobre golpe do falso sequestro feito por telefone - VIDEO

 

Hoje o tema é o “Golpe do Falso Sequestro”. Esse golpe consiste na realização de chamada telefônica informando sobre a realização de um suposto sequestro de algum familiar com falso pedido de socorro.

 

Em Ji-Paraná, uma família passou horas de muito terror nas mãos dos vigaristas e acabaram perdendo quase R$ 15 mil reais em dinheiro. De acordo com a Polícia, uma senhora recebeu uma ligação logo nas primeiras horas desta segunda-feira, dia 06, onde o estelionatário anunciou que estava com seu filho, mantendo-o em cárcere. Em seguida, o bandido ordenou que ela fosse até um hotel próximo de sua casa e que se hospedasse em um quarto, sem chamar a atenção e nem ligar para a polícia.

 

Neste momento, outra parte da quadrilha ligou para o marido da vítima e falou que havia sequestrado sua esposa. Durante a conversa, que durou mais de 3 horas, os familiares foram convencidos a depositar cerca de 15 mil reais em diversas contas passadas pelo golpista.

 

Durante a trama, os estelionatários mantinham a mulher na linha e, desta forma, impossibilitando que ela pudesse receber ligações.

 

Para enganar a família, os bandidos utilizavam a voz de uma mulher para simular a entonação da mãe. “Eles (estelionatários) colocaram uma mulher para falar no telefone como se fosse a minha mãe. Assim, caso a gente não fizesse tudo que eles mandassem, a ameaça era de que ela morreria”, explicou um dos filhos da vítima.

 

 

RECOMENDAÇÕES PARA NÃO CAIR NO GOLPE

 

  • Ao receber ligações de pessoas desconhecidas, não forneça nenhum dado pessoal e oriente seus familiares a procederem do mesmo modo. Mantenha a calma;

 

  • Não ajude o bandido dando informações pessoais. Muitas vezes o nervosismo faz com que, sem perceber, você acaba passando informações que serão usadas para pressioná-lo. Nunca revele nome de parentes a desconhecidos ao telefone;

 

  • Fique atento ao receber ligações a cobrar ou com o número de origem restrito;

 

  • Lembre-se que policiais e bombeiros não telefonam para informar sobre acidentes. Esta tarefa cabe, na maioria das vezes aos hospitais que, por sua vez, não realizam chamadas a cobrar;

 

  • Desobedeça ao bandido ligando para quem ele diz ter sequestrado. Caso não consiga contato, ligue para amigos ou alguma pessoa que possa estar junto ao possível sequestrado;

 

  • Restrinja suas redes sociais às pessoas que você conhece. Não deixe suas informações pessoais serem acessadas por qualquer pessoa. Golpistas se utilizam dessas informações para manipular suas vítimas;

 

  • Caso perceba que realmente se trata de um sequestro ligue imediatamente para o 190.

 

O comando do 2º Batalhão, Major PM Frota, concedeu uma entrevista orientado a população para não cair no golpe. O comandante ainda reiterou que esses golpes são feitos de forma aleatória, portanto os bandidos não sabem o nome do familiar supostamente sequestrado. Na ocorrência que aconteceu em Ji-Paraná, foram as próprias vítimas que informaram, no desespero, os dados que os bandidos precisavam.

 

“É um golpe antigo que a gente alerta para a população prestar atenção. Quando esse tipo de telefonema vier, é preciso checar a informação; desligar o telefone e tentar contatar aquele familiar que supostamente foi sequestrado. Além disso, é importante que a família, ao desconfiar de um desaparecimento, procure a polícia o mais rápido possível”, alertou o Comandante.

 

ASSISTA A ENTREVISTA

 

 

 

 

Matéria:www.comando190.com.br

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades