Notícia publicada em 07/02/2019 - 00:20:56 | GERAL

 

Ponte do Córrego Andirá próximo à Fazenda Nova Vida desaba e interdita BR 364, entre os municípios de Jaru e Ariquemes

 

O desmoronamento da cabeceira da ponte do córrego Andirá, localizado no KM 464 da BR 364, próximo a Fazenda Nova Vida, entre os municípios de Jaru e Ariquemes aconteceu na tarde desta quarta-feira, dia 06, durante uma forte chuva que começou ainda pela madrugada.


De acordo com PRF, a 02 KM do local do desmoronamento, existe outra ponte com a estrutura em situação crítica por causa da forte correnteza, mas, até o fechamento desta matéria, sem desmoronamento.

 

O DNIT já foi informado e enviou equipes de Ji-Paraná e Ariquemes para achar uma solução mais adequada e rápida para que seja feito o reparo na pista.

 

O tráfego no local, inclusive de pedestres, está totalmente interrompido por questões de segurança. A sinalização está sendo feita com cones e algumas carretas foram posicionadas na via, de modo a impedir o fluxo. A largura do buraco está, neste momento, em aproximadamente 9 metros.

 

Durante o dia, em razão de lâminas de água sobre a pista de rolamento, já havia ocorrido interdição do fluxo em alguns horários nos quilômetros 417, 426, 444, 486, 492 e 501 da BR-364.

 

Por enquanto, não foram traçadas rotas alternativas, em virtude de as condições das estradas vicinais próximas não serem as adequadas. Empresas de ônibus que atuam nas estradas de Rondônia já foram informadas da situação, sendo solicitado que suspendam as viagens que dependam do tráfego no local do incidente.

 

A PRF reforça que a população, por questões de segurança, deve obedecer à orientação de não prosseguir viagem e tal informação será repassada pelos policiais de serviço em todas as 4 Delegacias da Regional, de modo a evitar deslocamentos desnecessários e que coloquem em risco a segurança viária.

 

Matéria:www.comando190.com.br

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades