Notícia publicada em 24/10/2019 - 09:46:53 | PORTO VELHO

 

Vídeo: Presa a mulher que encomendou bebê arrancado da barriga da mãe

 

Cátia Barros Rabello, 34 anos, foi presa na tarde desta quarta-feira (23), por Policiais da Delegacia de Homicídios de Porto Velho. Ela é acusada de participação na morte da jovem Fabiana Pires Santana, 23 anos, e do filho dela Gustavo Henrique Pires Maciel, de 7 anos. O crime aconteceu na tarde do último sábado (19), em uma área utilizada para a extração de barro em um loteamento, na Estrada dos Japoneses, Zona Sul de Porto Velho. Um adolescente de 15 anos, que é filho de Cátia, está apreendido na Unidade de Unidade de Internação Provisória, juntamente com outros criminosos envolvidos. Cátia encomendou o bebê arrancado do ventre de Fabiana.


Segundo a delegada, Leisaloma Carvalho, Cátia disse em depoimento que sua participação no crime foi de entregar as luvas usadas pelos menores para arrancar o bebê do ventre da mãe. Ela disse ainda que tinha interesse na criança, já que ela estava forjando uma gravidez.


No dia do crime, a mulher disse que os adolescentes se reuniram em sua casa para arquitetar a morte de Fabiana. A irmã dela teria arquitetado tudo. Ainda na casa, eles providenciaram os objetos usados para matar a vítima.


Cátia disse para a delegada, que já tinha escolhido o nome para o filho de Fabiana. Questionada, sobre o golpe da barriga que ela pretendia da no garimpeiro, disse que não iria se pronunciar.


Ainda em seu depoimento, Cátia afirmou que chegou a levar a criança até o garimpo e apresentou para o companheiro. Ele então não acreditou que o filho era dele e mandou ela retornar para a cidade.


Ao ficar sabendo que a Polícia estava procurando o bebê, Cátia voltou para o garimpo. Nesse dia, ela ainda furtou o aparelho celular do piloto da voadeira que iria leva-la ela até o local onde acabou capturada. O pilotou a denunciou para a Polícia.


A mulher foi encaminhada para a delegacia, prestou esclarecimentos para a delegada, e foi encaminhada para o presídio, onde ficará à disposição da Justiça.

 


Crimes bárbaros


Na terça-feira (22), a delegada Leisaloma Carvalho, informou que uma menor de 13 anos confessou ter matado a irmã e o sobrinho em uma área de extração de barro em loteamento na Capital.


Ela não está arrependida e friamente narrou como tudo aconteceu, segundo a delegada. A motivação para ter matado a irmã, Fabiana Pires Santana, 23 anos, é que ela era repreendida em casa. Mas narra ainda, que teria sido abusada pelo companheiro da irmã.


Fabiana, que estava grávida, foi atraída para o local pelo adolescente de 15 anos, e atacada a pauladas e golpes de faca na região do pescoço e peito pela irmã de 13 anos. Antes de morrer, ela teve o filho arrancado a força da barriga, pela própria irmã assassina.


O bebê foi levado pelo adolescente de 15 anos, que planejava ajudar a mãe a dar um golpe em um garimpeiro. "A mãe do menor sabia de tudo o que estava sendo armado. O adolescente contou, que Cátia Barros namorava um garimpeiro, e teria pego a criança para dizer que o bebê tirado da Fabiana seria dele", detalhou Leisaloma.


A assassina disse ainda, que agrediu a pedradas o sobrinho Gustavo Henrique Pires Maciel, 7 anos, e em seguida jogou o menino na lagoa próximo onde a mãe dele foi encontrada morta. A criança não sabia nadar. "Os dois já tinham levado para o local todos os objetos usados no crime, uma barra de ferro, uma faca e um estilete usados para tirar a criança da barriga da vítima", disse a delegada.

 

 

 

Matéria:Rondoniagora

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades