Notícia publicada em 07/02/2019 - 18:24:59 | GERAL

 

Vários órgãos públicos de Ji-Paraná receberam notificações referente ao Lixão a céu aberto

 

Na útlima quarta-feira, dia 06, em diversos órgãos públicos do Município foi protocolado um abaixo assinado para que o Lixão de Ji-Paraná-RO, seja extinto e que passem a utilizar o Aterro Sanitário que já está pronto para depósito de lixo dos moradores de Ji-Paraná. Os órgãos que receberam as assinaturas foram: Ministério Público Estadual, SEMEIA, SEDAM, Câmara de Vereadores, e Prefeitura de Ji-Paraná.

 

Brunno Carvalho de Oliveira acadêmico de Engenharia Ambiental, que está cursando o sexto período, foi o jovem que iniciou essa batalha para que se cumpra a Lei 12.305 PNRS, Sancionada em 2 de agosto de 2010, que é de obrigatoriedade que todas cidades tenham um Aterro Sanitário, conforme as normas estabelecidas.A lei dava prazo de quatro anos para que as cidades se adequassem a PNR, ou seja, deveriam estar em prática desde 2014. E foi através de inúmeras assinaturas que os órgãos de competência foram notificados quanto a necessidade urgente de adequação do local onde os resíduos coletados fossem descartados. A preocupação não é só com o meio ambiente, mas também com a saúde física dos catadores de lixo, que ali buscam seu sustento.

Nesses aterros sanitários, deve ser feita a forração com manta impermeável para evitar a contaminação do solo. O processo de tratamento do chorume é muito importante para o meio ambiente, onde passa em vários lagos na Anaeróbia Facultativa Maturação e tratamento químico, após este processo pode ser reutilizado. Caso não seja tratado, ele pode atingir os lençóis freáticos, rios e córregos levando a contaminação para esses recursos hídricos. O gás metano que resulta da decomposição do lixo, que pode explodir, terá que ser queimado.

A repercussão quanto a adequação do Lixão de Ji-Paraná, atingiu o interesse de inúmeras pessoas, que juntamente com o acadêmico Brunno foram buscar por medidas imediatas para que seja ainda esse ano feito algo que possa eliminar o Lixão a céu aberto. (Veja a matéria anterior aqui)

De acordo com o que foi passado pelo Brunno, o Ministério Público do Estado, deu uma posição que irá notificar a Prefeitura de Ji-Paraná, e que para isso tem que aguardar o retorno da mesma referente a esse caso, de todos os órgãos públicos que foram contatados,somente a Câmara de Vereadores do Município deu uma resposta quanto ao que será feito por eles, mas só podem colocar em Pauta para alguma votação, após o recesso, que será no dia 15/02. E enquanto aguardamos as posições sobre o Aterro Sanitário, iremos reforçar a importância dele para Ji-Paraná, mantendo os leitores do site informados.

 

Matéria:conexaoamazonia

 

 

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

 

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se

prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade

 

Comentários

 

 

Home Notícias Vídeos Classificados Fale Conosco Curiosidades